A Bíblia 2

file9901336639013

Todos sabemos ou pelo menos acredita-se que o primeiro homem branco a chegar à América foi o navegador genovês Cristóvão Colombo, certo? Bom, não é o que o diz um certo livro religioso.

O “Livro de Mórmon” é a escritura pilar da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, mais popularmente conhecida como a igreja dos mórmons, por causa deste documento.

Os mórmons foram fundados por Joseph Smith Jr., morador da zona rural de Palmyra, nos Estados Unidos, em idos do século XIX. Joseph Smith Jr. declara na introdução do livro que um anjo o visitou e mostrou onde estavam enterradas placas de ouro, que seriam o tal “Livro de Mórmon”.

O livro então foi traduzido por Smith, que conta a estória de judeus descendentes do Manassés, da Bíblia, que chegaram à América muito antes de Colombo. Estes judeus não perderam sua religião, mas tiveram que conviver com outro povo que já vivia por ali, os Lamanitas, que eram como nativos.

O livro narra guerras entre estes povos, fala de novos profetas judeus e, acredite: Jesus Cristo, ao ressuscitar lá no Oriente Médio, não perdeu viagem e visitou a parte do povo judeu que estava ali na América. Isso mesmo, tudo isso para dar prova real da sua importância.

Pra mim, o livro foi escrito pelo próprio Joseph Smith. Assim como a Bíblia, que sempre foi um best-seller, no século XIX não seria diferente. Então Smith escreveu a continuação, o “Livro de Mórmon”, ou seja a “Bíblia 2”.

Não contente com isso, misturou os judeus, povo tido como escolhido de Deus na sagrada escritura, com os norte-americanos, dessa maneira justificando a importância do país.

Mas o que começou como estória maluca não para por aí. Com o tempo, o profeta Smith começou a dizer que recebeu o sacerdócio do próprio Jesus Cristo, que o visitou, dizendo-lhe para restaurar sua igreja. Mais tarde o profeta escreveu ainda mais dois livros para sua crescente seita: “Doutrina e Convênios” e “Pérola de Grande Valor”.

Em suas obras, ele envereda pela ficção científica, onde diz que Deus não é apenas um, mas que existem vários deuses que vivem num planeta chamado Kolob.

Bom, pra quem deseja saber mais, existem muitas matérias sobre os mórmons na web, ali se pode descobrir que Smith se casou com muitas mulheres, praticando a poligamia, e que isso tornou-se um mandamento essencial de sua igreja.

Enfim, a megalomania e a doutrina maluca de Smith cresceu e cresceu, até que em 27 de junho de 1844 ele foi preso juntamente com seu irmão. A prisão foi invadida por uma turba que já estava farta de Smith, mas, desta vez, nenhuma luz divina acudiu o profeta, nem lhe deu forças sobre-humanas como as do Sansão bíblico. Smith morreu gritando “meu Deus!” enquanto as balas alojavam-se no seu corpo.

(Lucas Formaglio)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s