A última vez que vi Davi

statue-3444468_640


Era fato que Davi não tinha muito trato. Andava pelas ruas estabanado, parecendo estar sempre fugindo de algo. Naquele dia parei o meliante e logo indaguei-o:

– Tudo bem, Davi?

Ele virou como se levasse um enquadro. Sem ao menos me encarar, foi andando fugido e falando de rabo de olho.

– Pode deixar, está marcado, é certeza que vou!

– Mas do que está falando, Davi?


– Digo que não poderei mais comparecer, infelizmente! Meu cachorro veio a falecer!
– O Totti ou o Ciço?
– Puxa vida! Ainda bem que vi você! Pode avisar pro pessoal que eu vou!
– Do que está falando, homem?!
– Puts, cara. Não vou poder ir. Minhas panturrilhas estão inchadas. Pede desculpas pra eles, lá…
– Não é possível! Você está de brincadeira!
– Sim, eu vou, sim! É churrasco?! Levo até refri!
– David! Você tomou todas?!

– Ô, amigão! Não vou poder mesmo, meu chefe arruinou meu final de semana!
– Davi! Davi! Seu louco!
– Vou sim, pode marcar.
– Mas que raios?!
– Vish! Acho que não posso mais! Clima tenso aqui em casa…
– Davi!
– Claro, cara! Vamos sim!
– O que…?

– Desculpa! Fiquei preso no trânsito!

Furioso, peguei Davi pelo colarinho, mas, forte que era, partiu como um doido descendo a colina e olhando pra trás. Fazia sinais com a mão e gritava.

– Amanhã estou aí!

E eu. – Davi! Volta aqui!
E ele. – Vou ver certinho e te falo!

Então David pulou na escadinha do trem que passava. Essa foi a última vez que o vi.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s