Mãe de um garoto sardento

wheelchair-1501993_640

 

Lena está cheia

Cheia e diabética

E parada numa cadeira de rodas

Lena fazia bolos

Bolos coloridos

Para as crianças

 

Da vizinhança

 

Era o seu ganha-pão

Lena tem muitos cães

E muitos gatos

Embalagens de ração vazias têm marcas das rodas

Das rodas da cadeira de rodas da mulher

Há muitos pacotes

Espalhados

Pelo chão

Da cozinha

Lena está sozinha e olhando o sol lá fora

Sua pele é frágil e ela não pode pegar sol

Passa o dia a passar cremes

De todos

Os tipos

Lena empurra-se até a rampa que encobre

Os dois degraus

Sem azulejos

Mal reformados

Resolveu enfrentá-los

 

A roda da cadeira derrapa

E Lena se estabaca

Inteira

No chão

 

Seu vizinho a socorre

E novamente coloca-a na cadeira de rodas

Lena machucou os braços

E ela queria somente arranhar a própria cara

Mas Lena não pode arranhar a própria cara

Embora tenha muitos motivos

Ela foi

Impedida
Então os cachorros e os gatos do quintal decidem que hoje

Os cachorros e gatos magros

Ela vê

Eles confabulam e decidem que hoje

Hoje

Lena vai pegar sol

Lena vai pegar sol!
Fazem um grupo e

Esforçados

Abrem o portão

Empurram a mulher

E a cadeira de rodas

Para além

Do quintal

As rodas correm na descida e Lena sorri

Lena está pegando fogo

Sua pele era sensível

Demais

 

A cadeira de rodas vai seguindo

 

Na banguela.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s